O agasalho do mergulhador das estrelas

Detalhes

Selo:
Gênero(s): Infantil
ISBN: 978-6554201568
Publicação: 01/01/2023
Nº de Páginas: 71.0

Compartilhar :

  • Sobre o Livro
    Talvez um meteoro ou uma estrela caiu naquela tarde de verão, e todas as crianças foram ver do que se tratava. Marco, porém, era o mais curioso de todos e não conseguia ficar longe do seu pedacinho de mistério. Uma história fantástica sobre um menino que tinha estrelas nos olhos, e sua irmã, Clarice, que gostava um bocado do tal do acaso. Um conto atemporal, que embora considere as tecnologias modernas e ferramentas científicas que nos levam mais longe, ou nos aproximam do que já está perto, resgata aquela habilidade que as crianças dominam tão bem: explorar e tornar os sonhos, mesmo os mais impossíveis, realidade. Impetuosas, afirmam que "se não tiver riscos, melhor nem correr". A aventura acompanha uma construção incrível de uma nave espacial, a partir do momento em que a ideia mirabolante surge até a conclusão do veículo que permitiria desbravar o cosmos. O agasalho do mergulhador das estrelas revela o espírito humano, acima de tudo, aquela vontade de alguém que explora universos, que tem que partir, mas que já está partido. "Um pedaço sempre aqui e outro para sempre lá". A matéria-prima das obras mais fabulosas não é uma pedra rara vinda dos confins, mas sonhos e paixões que nos movem, também, aqueles que ficam e os que querem nos ver indo além do arco-íris e de todos os horizontes, sem esquecer de recomendar que levem um “agasalho” na jornada.
Talvez um meteoro ou uma estrela caiu naquela tarde de verão, e todas as crianças foram ver do que se tratava. Marco, porém, era o mais curioso de todos e não conseguia ficar longe do seu pedacinho de mistério. Uma história fantástica sobre um menino que tinha estrelas nos olhos, e sua irmã, Clarice, que gostava um bocado do tal do acaso. Um conto atemporal, que embora considere as tecnologias modernas e ferramentas científicas que nos levam mais longe, ou nos aproximam do que já está perto, resgata aquela habilidade que as crianças dominam tão bem: explorar e tornar os sonhos, mesmo os mais impossíveis, realidade. Impetuosas, afirmam que "se não tiver riscos, melhor nem correr". A aventura acompanha uma construção incrível de uma nave espacial, a partir do momento em que a ideia mirabolante surge até a conclusão do veículo que permitiria desbravar o cosmos. O agasalho do mergulhador das estrelas revela o espírito humano, acima de tudo, aquela vontade de alguém que explora universos, que tem que partir, mas que já está partido. "Um pedaço sempre aqui e outro para sempre lá". A matéria-prima das obras mais fabulosas não é uma pedra rara vinda dos confins, mas sonhos e paixões que nos movem, também, aqueles que ficam e os que querem nos ver indo além do arco-íris e de todos os horizontes, sem esquecer de recomendar que levem um “agasalho” na jornada.