Rebeldes à deriva

Detalhes

Selo:
Gênero(s): Ficção
ISBN: 978-6554282864
Publicação: 01/01/2023
Nº de Páginas: 152.0

Compartilhar :

  • Sobre o Livro
    Manuela estava completamente desmotivada com o seu curso de Tecnologia da Informação que estava fazendo no SERRATEC, em Petrópolis. Porém, o que lhe mantinha com ânimo era um código de ética que estava formulando onde poderia dar vida a um robô que seria animado pela inteligência artificial. É claro que ela chamou a sua melhor amiga, Fernanda, para poder compor a sua equipe, depois de ter decidido abandonar o curso acadêmico com muita falta de delicadeza. Seus pais ficaram sem entender nada, mas já era tarde demais. Manuela já tinha montado uma excelente equipe, recrutando pessoas do próprio curso para poder realizar o grande sonho de fazer um robô chamado Lola. O tempo passou e Lola foi logo arrumando o seu espaço, se tornando CEO da empresa de Inteligência Artificial, além de ser a principal mente criativa da empresa junto de suas conselheiras, é claro. No início começaram a produzir robôs em série para todos os setores empresariais e logo todos tinham em casa uma robô chamada Lola para lhe fazer companhia. Depois inventaram chips cerebrais para controlar e vigiar a espécie humana. Porém, o que a empresa de Lola não esperava era que um nerd da computação, chamado Raul teria um plano de se libertar desses chips cerebrais, para que pudesse ter a sua tão sonhada liberdade de volta, criando um grupo apelidado de "Rebeldes à Deriva", que teriam como objetivo principal fornecer a liberdade às pessoas novamente. Num mundo repleto de robôs, chips cerebrais e realidades virtuais, encontramos alguns personagens bem curiosos para o deleite de uma leitura pós-moderna.
Manuela estava completamente desmotivada com o seu curso de Tecnologia da Informação que estava fazendo no SERRATEC, em Petrópolis. Porém, o que lhe mantinha com ânimo era um código de ética que estava formulando onde poderia dar vida a um robô que seria animado pela inteligência artificial. É claro que ela chamou a sua melhor amiga, Fernanda, para poder compor a sua equipe, depois de ter decidido abandonar o curso acadêmico com muita falta de delicadeza. Seus pais ficaram sem entender nada, mas já era tarde demais. Manuela já tinha montado uma excelente equipe, recrutando pessoas do próprio curso para poder realizar o grande sonho de fazer um robô chamado Lola. O tempo passou e Lola foi logo arrumando o seu espaço, se tornando CEO da empresa de Inteligência Artificial, além de ser a principal mente criativa da empresa junto de suas conselheiras, é claro. No início começaram a produzir robôs em série para todos os setores empresariais e logo todos tinham em casa uma robô chamada Lola para lhe fazer companhia. Depois inventaram chips cerebrais para controlar e vigiar a espécie humana. Porém, o que a empresa de Lola não esperava era que um nerd da computação, chamado Raul teria um plano de se libertar desses chips cerebrais, para que pudesse ter a sua tão sonhada liberdade de volta, criando um grupo apelidado de "Rebeldes à Deriva", que teriam como objetivo principal fornecer a liberdade às pessoas novamente. Num mundo repleto de robôs, chips cerebrais e realidades virtuais, encontramos alguns personagens bem curiosos para o deleite de uma leitura pós-moderna.