Ju Jujuba – A menina que não queria crescer

Ju se afasta dos amigos e até de seus pais. Prefere estar sozinha, trancada em seu quarto com muitos questionamentos e dúvidas na cabeça. É uma pré-adolescente que luta com os seus sentimentos: medo, luto da infância, medo de responsabilidades. Além de sentir o seu corpo esquisito ao se olhar no espelho, sente que todos os olhares do mundo estão sobre ela, julgando-a o tempo inteiro.

Detalhes

Gênero(s): Infantojuvenil
ISBN: 9786554283595
Publicação: 11/10/2023
Nº de Páginas: 88

Compartilhar :

  • Sobre o Livro
    Ju Jujuba é uma menina alegre, sonhadora e corajosa, defensora da natureza e apaixonada pelos seus amigos. Curiosa e cheia de sonhos, imagina um dia poder abraçar o mundo, ou seja, viajar para vários países, conhecer a cultura e a culinária dos diferentes lugares. Na sua imaginação, ela já foi a vários países, até já conversou com algumas estrelas do céu em uma de suas viagens. A garotinha é também uma grande defensora da natureza e se preocupa com a preservação de seu bairro. Organizou inclusive uma passeata com os amigos em prol da limpeza da lagoa local, mas algo acontece e a vida dela muda completamente. Algo que a faz se isolar, não ver mais sentido em nada, ter medos e insegurança de viver. Ju se afasta dos amigos e até de seus pais. Prefere estar sozinha, trancada em seu quarto com muitos questionamentos e dúvidas na cabeça. Na verdade, pensa que ninguém a entenderá e que seus problemas são grandes demais, quase do tamanho das espinhas que aparecem no seu rosto. Enormes! E os seus braços? Tão grandes que não sabe onde colocá-los. A Ju, na verdade, está crescendo. É uma pré-adolescente que luta com os seus sentimentos: medo, luto da infância, medo de responsabilidades. Além de sentir o seu corpo esquisito ao se olhar no espelho, sente que todos os olhares do mundo estão sobre ela, julgando-a o tempo inteiro. É através do apoio da família e dos amigos que Ju jujuba descobre que nesse mundo novo dela há espaço para ser ela mesma, ser feliz, alegre, brincar, sonhar, sem medo das responsabilidades e continuar vendo o mundo colorido como um saquinho de Jujubas. Aliás, apelido que sempre amou e que agora, nessa nova fase, sente que tem tudo a ver com a sua identidade.